sábado, abril 16, 2011

[videoart nº11] Pinhole Video nº1


Uma primeira experiência para um novo projecto.

12min loop
s/ som
cor
16 Abril 2011

sexta-feira, abril 01, 2011

[timelapse nº1] Corpos Amorfos - Video 0.1



Uma pequena experiência em video de uma das peças em que estou a trabalhar.

Video feito em stopmotion, com fotografias tiradas a cada 5 segundos.

quinta-feira, outubro 14, 2010

[pintura nº21, 22 e 23] Estudos de composição e forma

Data: Julho 2010
Materiais: Spray sobre mdf
Dimensões: 90x50cm

[pintura nº18, 19 e 20] Sem titulo


ST, upload feito originalmente por Also.Known.As: "Devir".

Data: Julho 2010
Materiais: tinta da china e spray sobre tela
Dimensões: 90x60cm

[videoart nº9] [18:15 Daily Short-video] The Box I


[18:15 Daily Short-video] The Box I, upload feito originalmente por Also.Known.As: "Devir"

[18:15 Daily Short-video] The Box I from Jorge Simão on Vimeo.


Autor: Jorge Mestre Simão
Data: Julho 2010
Materiais: MDF, telemóvel, tinta spray.

O video exibido:
O "18:15 Daily Short-video" é um projecto a que me propus, a ideia é criar diariamente pequenos videos com o telemovel, sempre às 18 horas e 15 minutos, e colocá-los directamente no YouTube.
Podem ser vistos aqui:

quarta-feira, julho 07, 2010

[instalação nº3] O olho de vidro e a monotonia de uma sociedade abstracta crónica.


Autor: Jorge Mestre Simão
Data: 26 Junho 2010
Materiais: Spray sobre madeira, televisões, paletes.

Sociedade que sofre de uma monotonia crónica, depressa se responde ao olho de vidro em vez de um toque similar. Tornando-se abstractos, cada vez mais quadrados, fotocopiados à imagem do olho de vidro. Cidades desertas de humanidade, ruas de padrões contínuos que se repetem diariamente. Vida. Comidas enlatadas, vidas enlatadas, pensamentos e sonhos enlatados. Vida? O olho de vidro ensina a viver uma vida que não se vive, que se observa através do vidro, esse falso e hipnotizante. Escravização ao olho, o de vidro. Os quadrados marcham em sentido, mas sem razão. O olho de vidro e a monotonia de uma sociedade crónica abstracta.


Instalação presente na exposição Andaime













quarta-feira, junho 02, 2010